Pra você dar o nome

Você pode – e deveria -, ler ouvindo Liability da Lorde.

Me diga uma coisa você: qual é a graça de conquistar uma pessoa que estava bem, vivendo a sua vidinha pacata e feliz, para depois com uma simples rasteira derrubar essa pessoa em dois segundos e mostrar pra ela que você não estava nem aí?

Porque se preocupar em ser gentil e carinhoso, se no fim das contas, você já sabia que iria dar um golpe final e iria destruir essa pessoa por dentro, fazendo ela pensar que nada mais é do que um passatempo para você se distrair enquanto ficava em cima do muro?

As pessoas não são descartáveis, por mais que sejam substituíveis. Todas têm sentimentos, esperanças e sofrem. Eu sou daquelas que sempre espera o melhor dos outros, sempre acredita que as pessoas se importam com as outras tanto quanto eu me importo e me importei com você.

Não julgo as decisões e nem os sentimentos de cada um, mas não consigo entender quando entra a mentira, a enganação e a falta de respeito com pessoas que se abrem para você. Não, você não é obrigado a atender as minhas expectativas e nem realizar meus humildes sonhos de ter alguém que realmente se importa com a minha essência e não apenas a minha carne.

Mas o que você não pode e não deve fazer em hipótese alguma, é demonstrar algo, quando na verdade sente outra coisa, e deixar de ser sincero e expor o que está pensando. Você faz a pessoa se sentir importante, e se sentir querida num dia, e no dia seguinte, sem nem ao menos falar algo, você descarta ela. Isso não é legal.

As coisas, nem sempre dão certo, é a lei da vida. Mas tentar fazer com que elas sejam menos dolorosas para as pessoas com quem você se importa – ou pelo menos demonstrou se importar -, faz toda a diferença de como essa pessoa vai guardar a sua imagem na memória.

Eu particularmente estou cansada de só guardar imagens negras na memória das pessoas que aparecem na minha vida.

Sabia que isso iria acabar um dia – disso eu nunca tive dúvidas -, mas juro que dessa vez, sempre esperei que a sua imagem fosse ser colorida e com boas lembranças, mas agora tudo que tem na minha cabeça é uma mancha borrada, que nem um amante e conhecedor da mais pura arte, conseguiria entender.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: